terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

DA CAROL: Dieta Sem Carboidratos (comentários)

A postagem abaixo foi feita pela Carol no blog dela:http://operacaometamorfose.blogspot.com/ e pode ser lida no link a seguir:http://operacaometamorfose.blogspot.com/2009/02/dieta-sem-carboidratos.html eu copiei a postagem e comentei em VERMELHO, assim como disse que faria no comentário tradicional. Segue Postagem e comentários:

___________________________________________________________________________________________

Falando sobre emagrecimento agora... e sobre algo que me deixou muito preocupada: uma pessoa bem próxima a mim começou a fazer uma dieta ortomolecular, e o médico solicitou que passasse alguns dias sem comer carboidrato. No início, pareceu-lhe que tudo ía às mil maravilhas, pois a perda de peso foi fantástica, assim como a fórmula que passou-lhe para tomar, que continha alguns ingredientes que tiram a vontade de comer doces, também diurético e outras coisitas mais... (Pois é, eu não sou muito bom em guardar nomes e não vem ao caso aqui, mas havia há pouco tempo atrás um “medicamento” no mercado que me ofereceram para eu representar pois as pessoas perdiam peso. Li a fórmula e disse: Amigo eu sou até Português, mas não sou tonto, isso é um diurético associado a um laxante. NÃO FUNCIONA, eles responderam, nós sabemos, mas enquanto não descobrirem vendemos horrores, depois sumimos.....já não ouço falar deles há muito tempo. Querem uma Formula MILAGROSA: Aí Vai CA-RO-LI-ZA-ÇÃO com suplementação alimentar de ótima qualidade.)

Bem, ocorre que alguns dias com privação de carboidratos, passou a sentir fadiga, tonturas, dores de cabeça e a imunidade dela baixou. (Faltou a energia.... Pois é médicos. Tenham sempre em conta: “O que o seu médico não sabe sobre medicina nutricional, pode estar matando você” isto é o título de um livro fantástico. E UMA HORRIVEL VERRDADE.)

O que acontece se nós nos privamos dos carboidratos na nossa dieta?


Existem hoje várias dietas e produtos "low carb" (baixos teores de carboidratos) que tornou-se uma verdadeira obsessão. Incluem-se nessa categoria, as tão famosas Dietas do Dr. Atkins,(Nunca se esqueçam e se procurarem encontram, dizem que é possível encontrar até chifre em cabeça de cavalo, este tal de Dr. Atkins morreu vitimado pela própria dieta, descobriu seu erro tarde Demais e teve um ataque cardíaco fulminante, caindo na calçada. Há literatura médica abundante sobre isso) da Zona e de South Beach. O que todas têm em comum é sua origem no país onde a população obesa é a que mais cresce no mundo: cerca de 65% dos norte americanos estão obesos. (Nós imitamos em tudo, logo estamos lá. E um detalhe hj Obesidade é causa mortis entre as três primeiras no mundo. CUIDEM-SE)

O grande perigo é que vemos em meios de comunicação (TV, rádio, mídia impressa e eletrônica), profissionais da saúde "habilitados" tecnicamente colaborando na promoção e propagação de informações que colocam em risco a saúde da população.(Carol vc é a criatura mais sutil do mundo. Não, não estão habilitados e são umas “bestas”.Senão olha o exemplo que vc sita. A pessoa que vc conhece foi crente que estaria em boas mãos, mas responda vc mesma à pergunta. Aceitaria uma dieta onde te cortassem os carboidratos?Eu sei que não.Isso é inadmissível e ninguém com o mínimo de auto-conhecimento aceitaria. Você além de instruída é INTELIGENTE. Mas para escolhermos um profissional de saúde para tratar de nossa obesidade, pelo menos se fosse da minha eu faria assim: Verificaria se ele está no peso, a esposa, o filho ou filhos se houver, e se algum não se enquadrar, esse “profissional” não me serve. Por falar em “Profissional de saúde” vcs já repararam que isso não soa bem? Vcs já foram a um médico quando estão transpirando saúde? Acho que não. Pois é para mim eles não passam de profissionais da doença,e nunca nos curam, o mais que fazem é remediar. Pois eles vão receitar Remédios, e isto nada mais é que um triste remedeio. Além de que, é sabido que 75% das consultas médicas de hj seriam evitadas se houvesse uma nutrição adequada. Então aprenda a se Nutrir, e deixe esses ditos profissionais se atualizarem e aprender sobre nutrição humana senão precisaram mudar de emprego.)

Deus precisaria criar um novo ser humano que funcionasse sem carboidrato e não desenvolvesse efeitos colaterais e seqüelas. Enquanto isso, os "experts" continuarão insistindo em vender suas manobras metabólicas para a queima de gordura sem esforço. (Minha querida, Deus nos fez à sua imagem e semelhança e nos deu a inteligência para percebermos quando algo não está de acordo com a sua essência, Ele nos fez HOMENIVOROS)

As dietas "low carb" alteram o paladar e reduzem o apetite devido à alta formação e concentração de corpos cetônicos no sangue (cetoacidose). Os corpos cetônicos são substâncias derivadas da utilização de gordura como principal fonte de energia. Nesse tipo de alimentação ocorre um desvio do metabolismo: ao invés do corpo utilizar carboidratos como fonte de energia são utilizadas as gorduras, só que a um custo fisiológico alto, pois ocorre o desequilíbrio bioquímico do organismo. (Bem aqui está a Carol que eu conheço isto, tal como a maioria do post é tirado com certeza de estudos que ela fez em fontes seguras, Parabéns meninona)

Uma alimentação rica em proteínas certamente também é rica em gorduras,(depende, se as proteínas forem as adequadas para o ser humano elas têm baixíssimo teor de gordura, já que a proteína para nosso uso deve ser 70% de origem vegetal e 30% de origem animal, sendo que esta, o ideal é a retirada do sorgo do leite) que aliada à restrição de carboidratos e fibras solúveis, elevam os níveis de colesterol, prejudicam as artérias, coração, funcionamento cerebral, sobrecarrega o trabalho renal para eliminação da uréia e creatinina (metabólitos da degradação de proteínas), provoca desidratação, obstipação intestinal, hálito cetônico, náuseas e dor de cabeça. Ocorre ainda carência de vitaminas e minerais (fome oculta), predisposição ao risco para desenvolver cálculos biliares e câncer. Há perda significativa de músculos gerando flacidez e quem pratica esportes sente fadiga muscular, falta de ar e de energia. ( PARABÉNS MENINONA)

Quando o objetivo é o emagrecimento, não há "fórmulas mágicas". Na maior parte das vezes, quando uma dieta nova é lançada, é quase que certo que os interesses econômicos que existem por detrás são bem maiores do que a promoção da Saúde Pública. (ISSO CAROL, COMO O CASO QUE SITO ATRÁS. A MÍDIA APOIAVA O PRODUTO, SÓ QUE A MÍDIA VEÍCULA O QUE VC PAGAR PARA SER VEÍCULADO, MAS LAXANTE E DIURÉTICO NÃO FAZEM NINGUÉM REDUZIR PESO COM SAÚDE, E A MÍDIA Está VENDENDO O SEU PRODUTO DEVIAM RESPONSABILIZAR OS INCONSEQUENTES QUE PAGARAM PARA QUE ISSO FOSSE AO AR)

Em hipótese alguma deve-se responsabilizar um único nutriente ou alimento como causador da obesidade, mas sim um conjunto de comportamentos alimentares e de estilo de vida. A obesidade tem causa multifatorial. (E acreditem, engordamos pelo que deixamos de comer, e não pelo que comemos, o que nos faz comer “engordativos” é a falta de nutrientes).

No tratamento e prevenção da obesidade, é necessário equilibrar a ingestão de nutrientes, investir na variedade de alimentos (frutas, vegetais, grãos, cereais integrais), diminuir a ingestão de sal e açúcar, cuidar da qualidade e da quantidade da gordura ingerida. (Sempre digo, esta menina passa e diz tudo mas diminuir a ingestão de G.A.S Gordura Açúcar e Sal. Estes nutrientes a que chamamos de GAS são todas aquelas “porcarias” que ingerimos quando não sabemos o que queremos e realmente estamos na presença da famosa fome oculta, esta é quando por falta de nutrientes o organismo diz: quero selênio, ou magnésio e nós entendemos, tenho fome, na verdade engordamos por deficiência nutricional.)


Quando o objetivo é emagrecer a atenção deve estar voltada também para o Balanço Energético: calorias ingeridas e calorias gastas. Se a ingestão de calorias for maior do que o gasto energético, o resultado certamente é o aumento "silencioso" do peso corporal.
Cada indivíduo é único e sua alimentação deve ser tão individual quanto suas particularidades físicas, clínicas, fisiológicas, hereditárias, psicológicas e sociais. (Não vamos debater queridona, mas em algo concordo cada um é ÚNICO. Embora eu possa fazer qualquer um perder peso fazendo exatamente o que eu fiz, ou seja, ingerindo nutrientes perfeitamente balanceados sem excesso de caloria. Porque, como vc mesma sabe, as dietas restritivas deixam falta de nutrientes, principalmente se precisamos reduzir muito peso, e mais tarde ou mais cedo vamos ter que repô-los)

Então gente! vocês já estão cansados de saber! A fórmula mágica é REEDUCAÇÃO ALIMENTAR + EXERCÍCIOS FÍSICOS + ÁGUA! Não há como fugir disto!!! E, aliado a isto tudo, devemos ter DISCIPLINA + MOTIVAÇÃO + AÇÃO = VITÓRIA!!!!

(A MELHOR MANEIRA DE REDUZIR A MASSA GORDA É CRIAR E MANTER MASSA MAGRA)



CAROL: Acho que foi um comentário meio grande. Obrigado.


SUCESSO PRA VOCÊS!!! "NADA É IMPOSSÍVEL PARA QUEM ACREDITA"!!!

5 comentários:

Gordinhas disse...

Querido Rui...tem um presentinho no meu Blog para voce...passa por lá ;) Beijocas Light* Joana

Anônimo disse...

Colega ex-gordo, sua vida mudou quando vc conheceu um distribuidor certo? Será que ele te convenceu a também ser um? Vejo que no seu blog tem um link para os produtos,, daí fiquei curiosa, será que hoje você é ---> um soldado raso (distribuidor), depois vêm os supervisores, a Equipe Mundial, os GETs, os Milionários e finalmente os Presidentes,,, acho que presidente ainda não né, mas pelo que li você já tem bastante discurso,,,, mas se a pessoa tem o mínimo de esperteza vai saber que quem está se dando bem é quem conseguiu passar dezenas de parentes e colegas para trás,,,,

Anônimo disse...

engraçado, então antigamente, bem antigamente as pessoas morriam muito rápido, já que comiam apenas carne (proteína).
engraçado como se faz propaganda das porcarias que existem hoje em dia, isso sim que faz bem a saúde (Y)

Vanya disse...

Fiquei um pouco intrigada com a pesquisa dessa Carol e de quem comentou, afinal, se informaram muito pouco em relação a dieta das proteínas e ao Dr. Atkins.
Com certeza todas as dietas restritivas deixam "deficiências" nutricionais, e até quem leva uma vida regrada na alimentação e suplementação alimentar consegue suprir todas as carencias do organismo. Eu digo, NINGUÉM, porque é verdade. Um alimento necessita de outro, que depende do outro, e assim vai. Ninguém é criticado por ser vegetariano.
Segundo ponto: Dr. Atkins passou 20 anos com essa dieta, tinha suas taxas de colesterol e triglicerides NORMAIS, comprovadas por exames periodicos. Sua morte não foi causada por ataque cardiaco, fazendo-o cair na calçada, como mencionado. Ele morreu numa pista de esqui depois de bater a cabeça.
Sugiro que se informem melhor antes de criticar, afinal, na "Idade da Pedra", não existiam carboidratos, criados pelos homens muito tempo depois, obtidos, principalmente, através dos muitos tipos de farinhas. Tinham a alimentação baseada em proteínas extraidas da carne de animais de caça, normalmente muito gordurosas.
até mais

Anônimo disse...

É um relato interessante, mas repleto de erros e falácias. Principalmente nos comentários em vermelho, que chegam a parecer falácias intencionais.